Professor por vocação

Professor por vocação
Nós...

sábado, 26 de fevereiro de 2011

Decisions... Decisions...

Por Marianna Pereira



Oiee!
Eu sou Marianna, de Taparuba, e como muitos de vocês, aluna da Chris.
Minha vida de adolescente que saiu de casa aos 15 anos, pra tentar algo novo, tem pouco de diferente da sua. Essa sou eu, sem mistérios. Às vzs achamos que longe de tudo e de todos será mais fácil, e até pode ser... na teoria, sim, é perfeito, mas quando vc começa a pôr a distância em prática, percebe que a realidade é completamente diferente.
Quando vc sai de casa, logo pensa:“Nossa!! Tô livre dos meus pais, daquela vida monótona” ...(WooW). Só que já na primeira semana, vc começa a sentir algo estranho, do tipo”não é a minha realidade, cadê meu mundo? Onde que eu tô? Então, começa a ter certeza de que precisa mudar pra conseguir ‘sobreviver’ ali. Na real...num lugar totalmente diferente do que vc achou que fosse. Isso se chama “adaptação” e não é nada fácil.
Chega o dia de ir pra escola nova. Dá aquele frio na barriga como se fosse o primário. Você nota que tudo é diferente na escola também, no meu caso, as regras novas estavam lá, mas com meu jeito moleca, eu nem notei que eram outras pessoas, outro ambiente...
Eu achava que já sabia de tudo e quebrei minha cara por não ter aproveitado o que realmente deveria ter tido valor pra mim. A ficha demorou a cair, e quando caiu já era o final do ano letivo e lá estava eu, quase reprovada.
Com essa experiência meio que frustrada, resolvi voltar pra casa.
Voltei, mas voltei meio que sem razão pra tudo, pra escola, pra família, pra mim mesma, enfim. Há quem diga que isso é coisa de adolescente, mas... eu não sei... Comecei a ir à escola e a ver as mesmas pessoas, a mesma chatice, eu não estava aguentando mais, apesar de ter voltado, havia algo em mim que também não estava “adaptado” ao meu lugar.
Até que um dia surgiu algo diferente. Uma atividade na escola... um tal “Seminário” que fazia o pessoal ficar meio obcecado. Para mim... um “ser estranho” de nome conhecido, porque todo mundo repetia isso, o tempo todo. Era uma assunto comum. Então eu parei, pensei e disse a mim mesma que iria me esforçar com esse trabalho, porque estava cansada de ouvir críticas e queria testar o meu potencial, do qual muitas vezes, eu sou quem mais duvida.
Mas eu sei quem sou. Sei do que sou capaz, quando eu me determino, embora não diga isso às pessoas. Então foi dito e feito, né?! (Também... no grupo da Karol!! Eu fui quase forçada a trabalhar cantando o tema da Escrava Isaura..rsrsrs)
Fomos muito elogiadas por todo mundo, apresentamos um trabalho excelente, cheio de detalhes interessantes, entre recitações de Lord Byron, Olavo Bilac e trechos de Machado de Assis, eu descobri que tinha um lado intelectual e gostei disso. E desse trabalho pra cá, passei a pensar mais no que eu queria da vida e no que fazia do meu tempo... E ai... acabou o ano.(rsrs)
Acabou, o 2º ano, quer dizer, mas o 3º começou e eu tenho alguns desafios agora. É o último ano do Ensino Médio, daí vêm aquelas dúvidas todas: o que eu vou fazer “pós-Ensino Médio”? O que vai ser de mim depois disso tudo aqui? Onde será que eu vou estar, no ano que vem?
Muitas vezes nos vemos cercados de dúvidas e incertezas como essas, são as mais manifestadas por jovens recém formados. Uns já têm em mente o que fazer, outros(como eu) ainda estão em dúvida.
Dúvidas... Dúvidas...
Talvez sejam elas, as interrogações, que movam o mundo. Essas aí... de vc não saber o que vai ser, que profissão vai exercer... Eu que nunca pensei muito profundamente sobre nada, agora acho que é uma das minhas dúvidas mais temidas.
Sei que deve haver quem chegue no quarto bimestre e ainda não saiba o que quer fazer, mas eu espero ter decidido até lá. Há os que decidem não fazer nada,(tô quase opinando por essa daí .kkkkk), mas... Acho que de todas as formas, esses são novos tempos para mim, então, vou me concentrar em encontrar soluções.
Afinal, as respostas estão por aí... com o meu nome escrito nelas.
"Sabemos tão pouco do que estamos a fazer neste mundo, que eu me pergunto a mim mesmo se a própria dúvida não está em dúvida."
(George Gordon Byron)


Eu, Paulinha Kerr de kbelo vermelho; a Patrícia e a Karol. Tudo de bom na apresentação...

Estão lindas!
Há uma citação de Shakespeare, Marianna:

“Para os erros há o perdão.
Para os fracassos, chance.
Para os amores impossíveis... tempo”

E eu acrescentaria...
”Para minhas dúvidas mais terríveis...
apenas fé!”

Tudo vai encontrar o centro , na hora certa.
Tenha fé e continue fazendo a sua parte.
Verá que o universo vai conspirar a seu favor.
Belo texto.

8 comentários:

  1. ai amiga to muuito feliz,...fico liiindo seu texto parabéns..tb né (no grupo da Carol...)kakaka adoOOrO!!!!!

    ResponderExcluir
  2. *-*.. Vlw amigaa..
    [/Mais ne nu Seu grupO..kakaka

    ResponderExcluir
  3. [/A menina ta Inspirada hein...
    Parabens ficou lindão...

    Ah só umas palavras a vc...
    Lembre-se que:

    São muitas as decisões que temos que tomar ao longo de nossas vidas.
    O simples fato de escolher o que vamos vestir pela manhã já entra em certas decisões que teremos que tomar ao longo do dia.
    Decisões, Desafios, Obstáculos, Erros, Fracassos isso tudo vamos ter que encarar, só não podemos desistir...
    Quando Buscamos algo de Coração Aberto, sem medo dos resultados, dispostos a encarar tudo que for preciso nos conquistamos aquilo que tanto desejamos e o sabor da Vitória fica ainda mais gostoso...
    Duvidas?? sempre Teremos...
    Decisões?? Vamos ter sempre que tomar alguma... Agora o resultado de nossas decisões, serão reflexo de nossas atitudes hoje. Não tenha medo de Errar, apenas faça o que lhe faz bem e conquiste sempre o que deseja.
    Desistir??? Ah, faça essa palavra sumir de seu vocabulário.

    By: Thaty Pavione

    ResponderExcluir
  4. haha"
    Own't..Q lindo..kkkk
    Ti Love Tathy

    ResponderExcluir
  5. Lindo mesmo. Tá todo mundo inspirado hoje, ou é só impressão minha??

    ResponderExcluir
  6. Aliás, Marianna... Pode dizer a essa senhora do primeiro comentário que eu não postei o texto dela porque ele simplesmente ainda não existe??
    Carolina!!!!!!!!
    Kd seu texto, heim???
    Tá junto com o da Paula???
    .............

    ResponderExcluir
  7. Senhora do 1º coment kde seu texto????
    Criis ela disse q ia escreve-lo hj ..Lembra???Ruum
    a Paula é um enrrolo q só ne..

    ResponderExcluir